Casa do Empresário encaminha ofícios solicitando a reavaliação do funcionamento do setor de construção civil e empresas de aviamentos

Nesta semana, a Casa do Empresário protocolou dois ofícios na Prefeitura solicitando a reavaliação do sistema de funcionamento do setor de construção Civil e de aviamentos, no que se refere a realização de atividades presenciais com atendimento ao público, nas empresas fornecedoras de matérias (materiais de construção, material elétrico, lojas de aviamentos) 

O documento foi enviado devido a determinação do poder público municipal que estabelece que o funcionamento dessas empresas aconteça apenas em regime de delivery ou retirada. O texto destaca  o Art 4 da deliberação n° 136, do Comitê Extraordinário Covid, que institui o “Protocolo Onda Roxa em Biossegurança Sanitário – epidemiológico” que define:

“Art. 4 – Durante a vigência da Onda Roxa, somente poderão funcionar as seguintes atividades e serviços, seus respectivos sistemas logísticos de operação e cadeia de abastecimento e fornecimento”.

XII – Construção Civil

XX II –  Comércio atacadista e varejista de insumos para confecção de equipamentos de proteção individual – EPI e clínico-hospitalares, tais como tecidos, artefatos de tecidos e aviamentos.  

A entidade enfatiza que diante das determinações estaduais, esses são setores considerados “essenciais” e pode, portanto, funcionar para atendimento presencial, respeitando os protocolos de saúde estabelecidos pelo Minas Consciente.

Esse assunto também já foi abordado durante a reunião promovida junto ao Secretário de Fazenda do município e a Casa do Empresário segue articulando ações e outras alternativas para reverter a situação que impacta esse e os demais setores do comércio de Viçosa. 

Comentários

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *


2021 © Casa do Empresário de Viçosa | Desenvolvido por: Interminas